Veja 6 passeios culturais para conhecer mais São Paulo

Veja 6 passeios culturais para conhecer mais São Paulo

Esse mês a Terra da Garoa, capital da cultura, a nossa querida SP celebrou 466 anos e em comemoração a esta data especial separamos 6 locais incríveis para você visitar.

O dia 25 de janeiro foi escolhido como aniversário da cidade em homenagem a inauguração do Colégio dos Jesuítas. Fundado pelos padres Manuel da Nóbrega e José Anchieta, o colégio é considerado o marco zero da capital.

Veja agora alguns dos mais tradicionais pontos turísticos do município.


1. Avenida Paulista

Neste símbolo da capital paulista é possível encontrar cinemas, teatros, museus, centros culturais e comerciais, tudo em perfeita harmonia com o polo empresarial. 

O Sesc Paulista, a Japan House, o Itau Cultural, a Casa das Rosas, o Centro Cultural Coreano no Brasil, o Club Homs, o Teatro Gazeta, o MASP, a FIESP, o Parque Trianon, Conjunto Nacional e o Instituto Moreira Sales são só alguns dos pontos culturais da avenida.

A região também conta com dezenas de galerias de compras e 4 shoppings – Shopping Pátio Paulista, Shopping Top Center, Shopping Cidade São Paulo e Shopping Center 3.

A Avenida Paulista também é conhecida pelas instituições de ensino, como a Faculdade Cásper Líbero e a FGV, e pelos centros hospitalares como o Hospital Santa Catarina e o HCor.

Não deixe de visitar o local aos domingos, dia o qual a avenida é aberta para pedestres e recebe inúmeras apresentações musicais, comércio de rua e barraquinhas de comida.

Umas das melhores surpresas da região é a Alameda Rio Claro, uma viela ao lado do número 1294 da Avenida Paulista. A primeira quadra da rua é reservada para pedestres e recebe barracas de comidas das mais variadas, desde acarajé, yakisoba, lanches e até churros. 

A Paulista tem três estações de metrô da linha 2-Verde, são elas: Brigadeiro, Trianon-Masp e Consolação.



2. Museu do Ipiranga e o Parque da Independência

O Museu Paulista da Universidade de São Paulo, conhecido como Museu do Ipiranga, é o mais antigo museu público de São Paulo. Atualmente, o Museu Paulista possui um acervo de mais de 450.000 unidades, do século 17 até meados do século 20, com foco na sociedade brasileira, especificamente à história paulista.

O museu está fechado para reformas desde 2013, mas a previsão de reinauguração é em 2022.

O Parque da Independência, local em que o museu está localizado, permaneceu aberto para o público durante este período de reformas.

Com 161.300 m², o parque conta com praça para eventos, pista de Cooper, aparelhos de ginástica, playground, área de estar, chafariz com fonte, cascata e estacionamento gratuito. Em sua área há mais prédios administrados por outros órgãos além do museu, como a Casa do Grito (SMC), o Monumento da Independência e Cripta Imperial e o Museu de Zoologia (USP). 


3. CERET

O CERET conta com um espaço de 286 mil m² e infraestrutura completa para atividades ao ar livre.

O local oferece campos de futebol, futebol de areia e rugby, quadras de vôlei, vôlei de praia, basquete, e mais quatro quadras poliesportivas, piscinas, pista para caminhada e de atletismo, salas de ginástica e boxe, playground, salão de jogos, bosque para leitura, espaço pet, academia ao ar livre e o ginásio poliesportivo.

Para utilizar a piscina é necessário apresentar foto 3x4, comprovante de residência e RG para fazer a carteirinha. Toda a estrutura do parque é gratuita, incluindo o uso do estacionamento, e fora a piscina, nenhuma outra atividade no parque precisa da apresentação da carteirinha.

Encontros de yoga, tai chi chuan, karatê, capoeira, hidroginástica e treinos abertos poliesportivos também são realizados no parque. Além disso, local recebe eventos temáticos com food trucks especializados.


4. Centro de Tradições Nordestinas

Com a missão de preservar e valorizar a cultura nordestina, o CTN promove trabalhos sociais e experiências culturais. 

Localizado na zona norte, o local recebe cerca de 70 mil pessoas por mês. Com 10 restaurantes de comida típica e 12 quiosques com quitutes nordestinos, o espaço ainda conta com shows pagos e gratuitos.

O Centro de Tradições Nordestinas também realiza ações sociais visando a qualidade de vida das pessoas de baixa renda, como doações de roupa, alimentos e cursos profissionalizantes. 

Outro destaque do estabelecimento é a Capela Imaculada Conceição. Além das missas, a paroquia realiza batizados e casamentos comunitários.

O centro fica aberto de segunda a quinta das 11h às 15h, as sextas e sábados das 11h às 5h e aos domingos o funcionamento é das 11h às 22h. A entrada é gratuita, exceto às sextas-feiras.

A capela tem seus próprios horários de funcionamento, para saber mais, acesse o site do Centro de Tradições Nordestinas.


5. Beco do Batman

Se você é do tipo que ama tirar fotos mais conceituais, o Beco do Batman é o passeio certo para o seu fim de semana. 

São Paulo é considerada uma das capitais da arte de rua do mundo e o Beco do Batman é a maior referência dessas grandes telas urbanas. 

Localizado na Vila Mariana, entre as ruas Gonçalo Afonso e Medeiros de Albuquerque, o local reúne inúmeros artistas e obras em grafite a céu aberto. 

Nos anos 80, o beco recebeu um grafite do Batman, e assim surgiu o nome do local que rapidamente se tornou referência para quem gosta da arte.

Entretanto não é só de fotógrafos que vive a região. Inúmeros cafés, bares e restaurantes cercam o beco. Desde os bares a céu aberto com mesinhas na calçada até os restaurantes com chefs renomados.


6. Parque do Ibirapuera

Mais conhecido como Ibira pelos paulistanos, o parque é referência de bem-estar e um ponto turístico da cidade. De acordo com a prefeitura, este é um dos destinos mais procurados pela população.

Com 1.584.000 m², o Parque Ibirapuera é uma das maiores referencias de área verde da cidade. São mais de 300 espécies de fauna e 558 espécies de flora, sendo que mais de 50 dessas estão ameaçadas de extinção.

O Ibirapuera tem ciclovias, bicicletário com aluguel de equipamentos, pistas de corrida, pista de Cooper, parque infantil, fonte multimídia, quadras poliesportivas, campos de futebol, aparelhos de ginástica, praças e lagos. O cachorródromo é informal. 

O grande diferencial de um parque comum são os prédios públicos presentes dentro do parque, que atraem os visitantes. Aproveite para visitar também o Monumento às Bandeiras, o Planetário Ibirapuera, o Auditório Ibirapuera, o Pavilhão Japonês, a Oca, o Museu Afro Brasil e o Museu de Arte Moderna de São Paulo ou a Fundação Bienal. 

Os centros culturais do parque oferecem os mais variados tipos de exposições e mostras de artes.

O Ibirapuera tem 11 portões para acesso de pedestres. Portões 2, 3, 5 e 10 funcionam das 5h à meia-noite; Portões 4, 6 e 9 das 5h às 22h; Portões 7, 8 e 9-A das 6h às 20h; e portão 7-A das 7h às 17h. O acesso de veículos pode ser feito pelos portões 1, 3 e 7, mas o estacionamento é operado pelo sistema zona azul. Aos sábados os portões fecham as 22h.


Agora que você já leu sobre os pontos turísticos mais conhecidos de São Paulo, visite-os e conheça mais a capital da cultura e da diversidade.


Receba Novidades

Cadastre-se e receba as novidades do mercado imobiliário em seu email.